Morre sindicalista da Fábrica de Cimento que participou da Greve dos 7 anos

O Movimento pela Reapropriação da Fábrica de Cimento de Perus lamenta a morte do Sr. Aroldo dos Santos, um dos últimos trabalhadores da Fábrica de Cimento Portland Perus que participou da Greve dos 7 anos e, com isso, um dos últimos Queixadas. Aroldo, que tinha 75 anos, é um dos personagens principais do Livro “Queixadas – por trás dos sete anos de greve”.

Seu Aroldo/ Créditos: Humberto Muller

Seu Aroldo/ Créditos: Humberto Muller

Anúncios

Publicado em fevereiro 27, 2014, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: