CEU de Perus realiza evento em Memória ao Golpe e aos Queixadas

10168003_647378975334471_6173453958024272280_nParte da programação em memória aos 50 anos do Golpe Militar, o CEU de Perus realizou na última quinta-feira (10/04) o evento “Os Queixadas no Contexto da Ditadura Militar”.   

Lembrar para que não se repita; conhecer a sua história é a maior arma de um povo. Para fomentar essa memória, local e nacional, o CEU de Perus realizou uma série de eventos que recordaram os 50 anos do Golpe Militar.

Perus teve uma participação peculiar no período, o bairro, localizado na periferia da cidade, protagonizou dois episódios inerentes à Ditadura: hospedou a vala comum e foi palco da greve de 7 anos (1962 – 1969), liderada pelo Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Cimento, Cal e Gesso de São Paulo, O Sindicato dos Queixadas.

E foi para homenagear os sindicalistas que o CEU abriu as portas na última quinta-feira. Compuseram a mesa de discussões: Sidnei Fernandes Cruz, atual presidente do Sindicado, Marins Godói, professor da instituição, e Larissa Gould, co-autora do livro “Queixadas – Por trás dos 7 anos de greve” (2003 – MOREIRA, Jéssica; GOULD, Larissa).1506411_743810578973408_6032606516985615149_n

Com início às 19h, Sidnei deu uma aula de história sobre as lutas sindicais e as técnicas de enfretamento não-violentas dos Queixadas, o que para ele garantiu o êxito da greve. Em seguida, Larissa discorreu sobre a importância da memória local e nacional, bem como o valor dos Queixadas como exemplo de mobilização. Por fim, Godói reforçou aspectos históricos e de memória concluindo com um belo poema de autoria própria sobre a luta Queixada.

Durante o evento houve distribuição de folhetos do Movimento pela reapropriação da Fábrica de Cimento de Perus. O Coletivo luta para que o antigo prédio da Fábrica seja transformado em uma Universidade Livre e Colaborativa, um Centro de Cultura do Trabalhador, além de abrigar núcleos de pesquisa e outras instituições públicas voltadas à construção do conhecimento, cooperação e à formação local.

Na sexta-feira, o ciclo de eventos foi fechado com o diálogo “50 Anos do Golpe de 1964 – Conhecer para não repetir” entre a comunidade e a Deputada Luiza Erundina.

10001535_647378912001144_1952270954545271778_n

Anúncios

Publicado em abril 12, 2014, em Uncategorized e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: