NOVAS LUTAS

Desde o fechamento da Fábrica de Cimento Portland Perus na década de 80, teve início um movimento por seu tombamento, desapropriação e transformação em um Centro de Lazer, Cultura e Memória do Trabalhador, com o objetivo de resgatar uma já antiga reivindicação dos trabalhadores Queixadas. Este movimento, formado por moradores e organizações do bairro, e em respeito às imensas lutas que lá aconteceram entende que a Fábrica deve ter um destino melhor do que ruínas e esquecimento. Atualmente, fortalecido por diversas pessoas e organizações do bairro e tantos outros lugares, reagindo a degradação e abandono que se encontra o prédio, o Movimento pela Reapropriação da Fábrica de Cimento exige a imediata desapropriação, restauração e destinação de uso para fins públicos acolhendo o Centro de Cultura e Memória do Trabalhador, uma Universidade Livre e Colaborativa, núcleos de pesquisa e desenvolvimento artístico, cultural, educacional, ambiental e de lazer para a população. Divulgue e Participe!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: